sábado, 12 de setembro de 2015

O móvel

Tudo estava indo bem no dia, até eu achar que o arroz tava queimando, correr para socorrê-lo, chutar o móvel, arrebentar quatro dedos do pé direito, socorrer o arroz que passava bem (e está bom) e eu ficar assim, de pés pro ar.

(10 de setembro, 2015)
Postar um comentário