segunda-feira, 26 de julho de 2010

(e a loucura da lua)


quero ir pra qualquer canto de lua
talvez um dia eu more na rua
fique dispersa ou fique nua
cantando de lua, sei que não sou sua
dispersa em verso vivo confusa
talvez um dia o mundo nos possua
e eu veja o quanto disso tudo é loucura

(feito hoje mesmo, terminado agora)


Postar um comentário