segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

I

A felicidade é um copo d'água
É terra molhada
É sino de boi...
O "béé" da cabra

A felicidade é um açude inteiro
É chuva que foi, mas que veio
É a vida se enchendo
Sem um pingo de medo

A felicidade é o dia carregado de graça
É sol na cara e mesa farta
É fim de tarde no terreiro
Um grilo que canta no nada

A felicidade é um menino de bucho cheio
É a vida seguindo sem rodeios
De um canto a outro cantando
Pois pr'o canto que o menino veio.

(Dez/2012)





Postar um comentário