segunda-feira, 18 de outubro de 2010

The line to the ship - Coffee Shop
















-Não há nada mais amigo da coragem do que o café.
-Nos mantêm acordados para escutar a lamúria dos desafortunados ?
-Não, nos faz vencer a noite sem a covardia de termos que fechar os olhos.
-Sempre que estamos aqui eu lembro o quanto gosto de estar viva.
-Você já sentiu desgosto por estar morta ?
-Você não vai conseguir me irritar.
-Tenho uma pergunta. Do que você mais gosta em si?
-Não sei. Por quê ?
-Porque se temos algo que apreciamos em nós, tentamos tornar isto o mais robusto possível; e imagine se tiver algum papel que reprima esse traço ? Como acha que reagiria ?
-Nunca pensei nisso.
-Pergunta estranha. Esqueça.
-Nerd, por falar nisto, meu pai conseguiu uma audição para mim em Nova Iorque, ainda não sei qual é o papel, não sei de nada. Mas é meu primeiro teste !
-Notícia fabulosa! Estou contente, Lisa. Muito ! Quando vocês vão?
-Meu pai não pode viajar, não no estado dele. Vou pegar o ônibus no dia 16. Volto no dia 18, eu acho. Eu estou muito, mas muito animada !
-Você não pode ir sozinha. Vou com você.
-Sério ? Obrigada, nerd. Mas na verdade você quer é pegar o meu papel, não é ?
-Sim, não consigo mais esconder minha astúcia da sua sagacidade. Perdão.
-E você ? Dawni me disse que você não ligou mais. Qual a razão ?
-Ela não pode esperar um telefonema meu. É insensato.
-Insensato esperar um telefonema para tudo ficar amigável depois do término ?
-Primeiro que é impossível haver término de algo que não teve origem. E segundo que não quero ser amigo dela.
-Por que eu já preencho todo o espaço na central de relacionamentos Dieter Clifernin ?
-Como assim ?
-E se um dia eu for embora ? Não tem medo de ficar sozinho por não ter construído outras relações ?
-Eu não ficaria sozinho, tenho a mim. E eu tenho outras relações.
-Quais ? Quais ? Você não pode me ter como toda a sua perspectiva de ciclo social ! Eu não posso ficar pressionada a ter que manter você.
-Você está falando isto por altruísmo ou por simples maldade ?
-Não, nerd, é que ....
-Nos vemos dia 16. Sayonara.




Postar um comentário