quinta-feira, 18 de junho de 2009

FELIZ ANIVERSÁRIO


Hoje é 18 de Junho de um ano de minha infância que não me recordo mais. A festa não era minha. A minha festa já tinha passado. Na verdade eu nem sei se eu tive festa nesse ano. Mas de todo jeito, para a criança toda e qualquer festa é dela. Mas hoje é festa do Amarelo. Do Amarelinho lá de casa. Aquele que nem era tão menor do que eu, mas que não podia ouvir o nome de nossa mãe quando a gente fazia alguma coisa errada que ele começava a chorar.

E hoje eu fecho os olhos e posso sentir o gosto do bolo de chocolate. Eu fecho os olhos e lembro dos bonequinhos vestidos como jogadores da seleção brasileira. Um dos bonequinhos até tinha o pé chato.

A minha tia Netinha entrou com o bolo de chocolate, ou torta de brigadeira (eu só lembro do gosto do bolo) nas mãos! Foi tão gostoso tudo aquilo... Estávamos todos reunidos. Minhas tias, meus avós, meus primos, meu irmão mais velho, o mais novo (o aniversariante) e a nossa mãe.

A festa não era minha. Como eu disse, era do meu irmão mais novo... Mas acho que foi a melhor festa de aniversário que já tivemos.

Eu queria que hoje fosse 18 de junho daquele ano que eu não me lembro mais. Exatamente igual, sem tirar nada, só prolongando mais as horas.
Postar um comentário